domingo, 14 de junho de 2009

Existência

(Carnaval de 2009 - Não lembro o lugar da foto)


Foi-se o dia dos namorados e não postei nada, mas ainda estamos no fim de semana dos namorados, não é? Então fica a minha mensagem do fundo do pâncreas.

Abraços!

Amor por todo lugar!




Desenvolvi um aprendizado
Todo especial, ao te amar.
Aprendi segredos que nada
Carregavam mistérios em si;
Esperavam, sim, que estivéssemos
Com as vistas preparadas para olhar.
Ensinamentos gratuitos, delicados,
Guardados em flores,
Em pedaços de guardanapo,
Em músicas de antes despercebidas,
Em olhares agora orientados.
Aprendi um amor sensível,
Aprendi um amor claro,
Capaz de iluminar tudo.
Aprendi um amor de mãos dadas
E dedos entrelaçados.
Aprendi um amor sem relógio,
De cochilos e cócegas.
Aprendi um amor simples,
Tanto quanto o barulho e o silêncio,
O calor e o frio,
O sorriso e o olhar,
Onde cada um coexiste com o outro
Sabendo o seu lugar,
Exercendo suas funções sublimes
De casar e ainda existir.

(Te amo, sempre e de todas as maneiras)




Angelo A. P. Nascimento
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails