terça-feira, 14 de julho de 2009

Saudades de minha vó

Esse mês seria o aniversário de minha avó e escrevo só para registrar tanta saudade que eu sinto. Quando fico alegre ou triste, sempre lembro dela. Tem horas que até sinto seu cheiro de aconchego, próprio dos seres que magicamente se tornam avós.
E minha avó era uma figura!
Esse foi um diálogo nosso que nunca esqueci:

- Vó..
- Quié?
- A senhora me ama?
- Agora não, Angelo, estou assistindo minha novela!

Apenas sorri e deitei minha cabeça em seu colo.

Angelo A. P. Nascimento
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails