sábado, 16 de maio de 2009

O momento de contrariar o mundo

A vida nos exige tanto e sempre e tanto. Penso no momento em que acordaremos com aquela consciência que não há peso em seguir em frente. Penso que um dia teremos nosso dia em que magicamente iremos contrariar as expectativas do mundo.
Interessante que não se trata de ser descoberto pelo próximo, mas de permitir-se descobrir, num processo de se abrir para si mesmo e se olhar inteiro, como um milagre, que não precisa de legendas.
Ali reside apenas a simplicidade de ser o que se é, por obra de um amor criador.
Nesse momento, somos a própria imagem da fé, somos nosso próprio milagre, somos superação.
Por problemas no blogspot, não consegui postar o vídeo de Susan Boyle, mas vale a pena conferi-lo no link abaixo e entender melhor o que quero dizer:

Continuemos a correr com a vida,
Como animais sendo tangidos para frente
Sempre.
Continuemos esse ritmo,
Como se um pedaço nosso sempre faltasse,
Como se houvesse infinitas provas a serem vencidas,
Como se nunca fosse o bastante,
Como se nunca houvesse direito de remanso.

Continuemos com a vida,
Minhas caras locomotivas...
(Angelo A. P. Nascimento)
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails