quinta-feira, 2 de maio de 2013

Escura ausência



As suas luzes avançam na noite
As sombras se penduram quais brincos
Embriagado recito poemas
Me abraça essa escura ausência
Me maltrata o seu desamor...

Angelo Augusto Paula do Nascimento
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails