terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Porque eu não dormia


Me perguntavam
Por que eu não dormia

Era porque a vida era acesa
E o coração insistia em incendiar
Era porque sua ausência
Era vaga-lume
Era porque toda dúvida subia
Como a lua cheia
Em pleno meio-dia

Eu não dormia
Porque não importava
Se você estava ou sumia
Pois tudo que de ti partia
Alumiava minhas retinas

[Minha insônia iluminada...]

Angelo Augusto Paula do Nascimento
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails