segunda-feira, 25 de março de 2013

Reforma


Que farei, quando meu corpo lembrar-se de arder ao acordar?
Que farei, quando cada coisa parecer retomar o seu lugar,
Quando todo café insistir em exalar o cheiro de seu beijo de intervalo de trabalho?
Que farei eu, se a cama não parar de me agitar,
Se os meus sonhos não pararem de sonhar,
Se minha luz simplesmente não quiser se apagar?
Que farei eu, com toda essa música que não toca,
Com todos esses dedos inquietos,
Com toda essa risada indisposta?

Duvido muito que eu me lembre
Que esquecer é a melhor forma
De me reformar.

(Angelo A. P. Nascimento)
Novembro de 2004
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails